1 de junho de 2010

O "nosso" Farense

Hoje venho aqui "assoprar" uma homenagem "apitiana" a um clube centenário (fez este ano 100 aninhos): o Sporting Clube Farense.

Ora bem, este é um clube de que me lembro (quando era "piquena" e ainda costurava pouco de futebol) de ver na 1ª divisão... Entretanto, quando desceram, esqueci-me da existência de tal equipa...

Até ter vindo estudar para a cidade de Faro, onde conheci uma verdadeira cultura à volta de um clube; uma claque inteira que apoiava o clube mesmo nas distritais, irrepreensivelmente; onde comecei a namorar com um rapaz que me levava a esses jogos como se fossem para a Liga dos Campeões, apesar das minhas reclamações insistentes; até assistir a verdadeiras discussões de café, apaixonadas e pormenorizadas, acerca dos jogos, dos lances, dos jogadores...

Este clube, que me passava ao lado, conquistou-me... Após ter ido obrigada a muitos jogos, passei a querer ir de livre vontade, a trocar muitos turnos no trabalho para assistir ao máximo de jogos em casa... enfim, uma evolução que me trouxe ao ponto de comprar um cachecol, de me querer fazer sócia e...
De ter ficado sem voz no jogo do dia 30 de Maio de 2010, de nervos, de gritar e de pura alegria pelo objectivo atingido: a subida à II Divisão B!
Ah pois é! Depois de ter começado a ver os jogos nas distritais e de muito desdém, agora fui eu que festejei, como se do Sporting (o meu clube desde sempre) campeão se tratasse!

Foi um jogo difícil, com sorte à mistura e muitos nervos à flor da pele (cerca de 8 000 pessoas a vibrarem com cada toque na bola)... Mas lá conseguimos, o nosso (sim, também já é meu) Farense devagar, devagarinho, lá segue um caminho ascendente, depois de muitas tristezas e dificuldades!
O "gigante" Bruno marcou o golo que levou o velhinho estádio de S. Luís à loucura, num jogo que muito provavelmente foi um dos últimos naquele lugar... O processo de venda do mesmo (segundo fonte seguríssima) já está praticamente concluído, sendo que "só falta assinar as escrituras".
O velhote S. Luís irá deixar muitas saudades aos farenses, que lá assistiram a muitos momentos inesquecíveis... Mas a sua venda trará uma lufada de ar fresco ao clube, que está onde está devido a problemas financeiros. Como ouvi no Domingo: "Antes o estádio, que o Farense!"

Fica aqui uma "reportagem fotográfica" de alguns momentos do jogo... (Lamento a fraca qualidade, mas entre os nervos e a câmara do telemóvel, não deu para muito mais!)


"Café Farense", na baixa da cidade, um autêntico museu do clube no interior e uma prova indiscutível do impacto que o clube tem nos cidadãos de Faro no exterior. Não existe dia em que não se fale do "nosso" Farense nesta esplanada!


Cerca de 20 minutos antes do jogo.


Os "South Side" já em plena festa bastante antes do apito inicial.


Uma claque como existem muito poucas... Com os seus defeitos, claro, mas com um apoio à equipa que é absolutamente indiscutível.


A entrada da equipa em campo.


Mais uma da entrada da equipa... O início do êxtase...



A invasão de campo no final do jogo, com muitos cânticos, gritos, lágrimas e jogadores em cuecas (os adeptos queriam muito uma recordação) à mistura:



________ ,, ________



A festa dos jogadores, aos saltos em cima de um carro que passava, já pelas 23h, à porta do restaurante onde jantaram - onde, por coincidência, eu também jantei - ("só" estiveram cerca de uma hora e meia a cantarem a plenos pulmões e a brindarem ao nome de cada um, em conjunto com os ocupantes das restantes mesas do dito estabelecimento...)


Para a próxima época, com a injecção de capital pela venda do estádio e com o Farense a "respirar" com menos dificuldade, fica a promessa da direcção do clube:
"Para o ano é para subir outra vez!"

Eu estarei lá para ver...

2 Comentários:

Blogger pitons na boca disse...

Bah! :(

Uma conjuntivite impediu-me de ir. Bah!!


Sobre a venda do estádio... já oiço essa há quase uma década e digo-te uma coisa: o Sr. Macário disse no fim do jogo (ouvi eu na rádio, que foi por onde consegui seguir o jogo) que para o ano o Farense jogava nesse mesmo estádio, portanto não dou por tão certa a venda do mesmo.
Era uma medida (praticamente a única) que poderia salvar o clube, mas não consigo ser tão optimista. Espero estar enganado e que tudo corra pelo melhor para daqui a poucos anos termos o Farense no seu devido lugar.

1/6/10 9:55 da manhã  
Blogger Costureirinha Maravilha disse...

=P
Acontece-te tudo homem! LOL!
Antes conjuntivite que desinteria! =P

Quanto à venda, esta informação veio de um grande amigo, que pertence à direcção... Tenho plena confiança na palavra dele... Mas nunca se sabe... Tenho esperança que ele esteja certo! Pelo menos ando feliz por uns tempos! =P

2/6/10 2:00 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial