23 de fevereiro de 2009

Clássicómico

Antes de mais, tenho a advertir que vi o jogo em condições muito más, em termos de visionalização. E a vontade de ver resumos, depois, foi a roçar praticamente o zero absoluto. Vi por alto, uma ou outra jogada, mas sem grande atenção. Como tal, vou apenas falar do que consegui ver.

Primeira parte interessante, com o Sporting a mandar de inicio e a encolher-se estranhamente pouco depois de marcar, através de um excelente pontapé do etíope.
Boa reacção do Benfica a aproveitar o recuo adversário, e a igualar num lance que não deixa duvidas a ninguém (ou pelo menos não deveria deixar).
Fica um penalty por assinalar, de mão do Maxi (à velocidade que acontece, admito que não fosse assim tão fácil de ver, mas era penalty). Há alguns lances mais duros (Rochemback, Yebda e Derlei) e não sei até que ponto não teriam sido merecedores de cartolinas benfiq… encarnadas. No lance que lesiona Postiga não me venham com ideias de expulsão, é uma falta normal que tem o azar de lesionar o adversário, nada mais que isso.

Na segunda parte, um pesadelo, um file de terror... o drama, o horror, a tragédia.
Começa logo com o golo do Derlei. David Luiz perdido, como em toda a partida (aliás, mais um jogo para esquecer, como o da Grécia).
A partir daqui o Benfica não conseguiu reagir de forma alguma. O Sporting controlava completamente o meio campo e os lançamentos longos do Benfica morriam poucos metros depois do meio campo. O terceiro golo do Sporting nasce naturalmente, numa boa jogada de Pereirinha a passar por Sidnei (aqui dou muito mais mérito ao sportinguista que demérito ao defesa) e o etíope a marcar mais um golo de cabeça ao Benfica.
É de estranhar este etíope, que para o ser não deveria ter força para chutar a bola à distância do 1º golo nem para saltar, no 2º golo.

O último golo do jogo é mais uma obra do acaso que outra coisa, mas fica como prova que Cardozo deve ter mais minutos do que tem tido. Continuo a achar que é o melhor ponta de lança que o Benfica teve em muitos anos e vai ser, provavelmente, dos mais desaproveitados, pelo andar da carruagem (e nem preciso lembrar que marcou uma vintena de golos na época anterior, ou tenho?).

Tendo dito isto, não fica dúvidas da justiça do vencedor.
Cumpriu-se o ditado: em derby grande, equipa que chegar em pior estado acaba por ganhar.

Etiquetas:

7 Comentários:

Blogger Valdemar disse...

Eu gostei da coisa. Mais pela jogatana de qualidade do Sporting, que pelo resultado propriamente dito. Agora venha o Porto. Alguma curiosidade em ver quem é nomeado e a macacada que, mais que certamente, vai acontecer. Atraso para o Guarda-redes? Penalty? Vermelho? Só o apitador de serviço saberá antes do jogo ter início. É esta incerteza que faz os jogos no Dragão, tão interesantes.

E aqui, deixo uma "estória" muito pessoal, que não escrevi em mais nenhum blog. Sem me permitem.

O meu pai, foi o principal responsável pelo meu Sportinguismo. De pequeno me levou a ver um União de Leiria-Sporting. Na bancada dos sócios do Leiria, ensinou-me logo depois de um golo dos Leões, festejado dentro do que os meus 6/7 anos mo permitiram, de que éramos Sportinguistas, mas do clube da terra primeiro...

Recordo este episódio, porque à hora de jogo, os bons amigos, a meu pedido, me foram fazendo a actualização do clássico, por sms, durante o velório do meu pai.

Somos um povo estranho, os adeptos de futebol.

Abraço a todos.

23/2/09 12:21 da tarde  
Blogger Virgílio Bernardino disse...

Abraço de condolências, Valdemar!

Não o conheço, mas acredite que lamento a sua perda! 'Por cada Leão que cair...'



Quanto ao etíope... A explicação reside em ser um LEÃO etíope, ó pitons... Com apetência para petiscar passaritos!

23/2/09 1:01 da tarde  
Blogger Costureirinha Maravilha disse...

Meu caro Valdemar, saio da minha ausência temporária forçada para lhe desejar as mais sinceras condolências.

Pitons: Concordo com quase tudo (apenas não concordo com os laivos de benfiquista... Eu gostei do jogo e vi todos os resumos que consegui). =)

E digo mais: aquando do final do jogo disse exactamente (+/-) o que disseste acerca do Cardozo!
(QUI)QUE azar que ele tem tido...

24/2/09 1:00 da manhã  
Blogger pitons na boca disse...

Os meus pesames, Valdemar.

Uma coisa que me custa é que ganhem o jogo sem espinhas, e mesmo em tempo de vitoria e em vez de a festejarem minimamente (e não à parva, como certas pessoas que vi a apitarem o carro após o jogo - ok, para esses o campeonato deles está ganho, para a maioria acho que continuam a preferir o verdadeiro campeonato) prefiram fazer-se de vitima da arbitragem. Meus senhores, ganharam e ganharam bem. Deram banho de bola e (espero) contribuiram para o abrir de olhos do plantel encarnado - pode ser que comecem a jogar um bocadinho melhor.
Não desperdicem uma boa vitoria (quiça excelente, até) com os pormenores da arbitragem, guardem as espingardas para quando faz mesmo falta referi-los.

Sobre o meu texto ter laivos de benfiquismo... e esperavas outra coisa? Isenção tem limites. :)
E muita sorte tem o etiope de não lhe chamar outras coisas... Dez golos em doze jogos dá-me mais que ligitimidade para chamá-lo de "escroto de camelo perneta" para baixo. :P

25/2/09 3:44 da tarde  
Blogger Valdemar disse...

Pitons,

desta vez a coisa correu normal em termos de arbitragem, mas:

- a exemplo do que já aconteceu noutros jogos do Sporting contra o Porto, em que houve mãos, penaltys duvidosos, atrasos para o guarda-redes;

- a exemplo do que temos visto nos jogos do Porto neste campeonato, exemplo maior, o clássico Porto-Benfica;

- as últimas décadas;

lancei a bujarda acerca da curiosidade em ver o que iria passar.

Mas, o Derby foi bom, teve qualidade e até foi bem jogado. A vitória do Sporting terá valor se servir de embalo para ganhar também ao Porto, ou então, talvez até tivesse sido melhor ganhar o Benfica. Sempre lhes ia fazendo sombra.

Abraço e um obrigado a todos.

25/2/09 5:34 da tarde  
Blogger Costureirinha Maravilha disse...

Pitons do Monte:

Não te nego o prazer de chamares o que quiseres ao etíope (gostei desta), cada vez que o fazes, eu sorrio mais, pois lembro-me dos 10 em 12! =D

Está aí a diferença entre nós e a justificação para eu ter falado em "laivos de benfiquista": ambos vimos o mesmo jogo, ambos o vimos com má qualidade, ambos tirámos as mesmíssimas conclusões... A diferença é que eu fico feliz com isso e tu... Não! =D

Valdemar: Meu Deus! Que desilusão que me deu agora! Com que então talvez tivesse sido melhor ganhar o Benfica?! NUNCA!!!
Antes de ser anti-portista, ou anti-benfiquista, sou SPORTINGUISTA sempre! Uma derrota nunca é positiva, seja qual for o motivo - ainda por cima, que bem que esta soube, como disse o pitons: sem espinhas! =)

25/2/09 7:07 da tarde  
Blogger Tite disse...

A propósito da tua dúvida sobre o estatuto do etíope face a força demonstrada a questão é que:
"há etíopes e há... etíopes!!!!"
Este é dos bons mas às vezes tb é acometido de algumas fraquezas, n'é?

2/3/09 5:15 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial