22 de junho de 2012

E agora?

Nunca me enganei tão rotundamente. Nem naquela noite que confundi uma bela modelo de 1,80, com mãos maiores que as minhas e nem a gola alta não deveria ser desculpa...

Contra todas as minhas previsões, passamos a fase de grupos, elimina-mos a Republica Checa (sou só eu que acho que este país tem nome de loja especializada em loiças para casa de banho!) e agora?

Espanha? Um povo, que à falta de melhor expressão, odeio. O facto de ter nascido e vivido até aos 18 anos  a escassos 12 km da fronteira nunca ajudou. Povo arrogante e burro. Constantemente a jogarem-se para cima do meu carro quando fazia aquelas incursões para comprar caramelos...

França? Epa, acho que estão logo ali ao lado. Detesto! A começar pelo dialecto! Uma francesa pode estar a ofender até à tua 5ª geração e tu pensas que te estão a dizer coisas bonitas (pardon Monique)... Para não falar nas eliminações anteriores às mãos desses lambe-sinetas-de-escargot!

Não dá para jogar com um misto das duas? Se correr bem prometo que vou para os Pirineus e mando uma valente cagada em ambos os lados da fronteira!


P.S. - Só não gostei muito da reacção do Hugo Almeida e do Cristiano quando souberam que o Postiga já não joga as meias finais. Falta de companheirismo...

1 Comentários:

Blogger pitons na boca disse...

Eu continuo a apostar em sofrer uma derrota, baile e goleada. Tem dado resultado até agora, há que manter o ritual. É que esta coisa da bola é a que me causa mais superstições parvas...

A nota final está de top! :)

25/6/12 10:11 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial