18 de abril de 2012

Oitavo pecado capital: olhos na cara

Ai de quem falar mal do Chpéchal Uane! Vai parar directamente ao inferno, sem passar pela casa de partida e sem receber 2.000$00.

Hoje é ver toda a gente a falar mal do Emers... do Coentrão, porque foi ultrapassado pelo Robben Lahm na jogada do segundo golo bávaro. Até já há movimentos nas redes sociais para que o jogador seja despedido (ou coisas piores).

Coentrão, no inicio da época fez algumas boas exibições a médio interior esquerdo. No inicio da carreira era médio/extremo esquerdo.
Ontem, quando Coentrão já tinha amarelo e apanhava pela frente com Robben e por vezes Lahm, o seu magnânimo treinador - o tal que é perfeito e nunca erra, só porque até é dos melhores do mundo e nunca admite nada que seja contra ele - decidiu meter (e bem) o Marcelo em campo, tirando um médio. E, no entanto, em vez de tirar o amarelado Coentrão da lateral e meter lá o Marcelo, vai o brasileiro para médio interior, onde fez uma exibição ridícula e deixando o tuga entregue aos tubarões sob risco de ser expulso.

Mas é melhor eu não contar isto a ninguém, senão dizem que sou anti-patriota por ter olhos na cara e ver futebol sem uma bandeira nacional a tapar-me a vista...

4 Comentários:

Blogger Quim Berto disse...

Eu e tu percebemos é muito de bola! Já hoje tinha comentado isso com o meu patrão. Ao que ele me responde "você não têm trabalho para fazer?"

Mais um que não pesca nada disto...

18/4/12 6:11 da tarde  
Blogger pitons na boca disse...

Sames uns desentendidos pelo mundo e arrendores, Quim.

Já diz o velho ditado da sabedoria popular (provavelmente chinesa ou tailandesa): dá a terra papoilas a quem não quer ópio.

19/4/12 10:38 da manhã  
Blogger Vitto Vendetta disse...

és um anti-patriota por ter olhos na cara e ver futebol sem uma bandeira nacional a tapar-te a vista... caralho!

20/4/12 2:15 da manhã  
Blogger pitons na boca disse...

Fôsnhasse. :(

20/4/12 9:55 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial