16 de março de 2012

Knockin' on Heaven's Door

Eu sei que posts sobre o que faço e como vivo os jogo do Sporting já estão mais que batidos e coçados que os cotovelos do casaco do Sá Pinto mas como não me pagam para vir aqui escrever vou continuar a fazer o que sei fazer menos mal.

Comece então a narrativa.

14:o3 - Decido não trabalhar mais. Entre comentários jocosos de colegas de trabalho, maioria benfiquistas e olhares cúmplices dos poucos sportinguistas entretenho-me a ver tudo e mais alguma coisa na net. Dei por mim a comentar no tasco "Protuberância Capilar do 10 do Benfas" sobre um jogo do dito clube na Alemanha. Achei que estava a resvalar para a inércia total e decido trabalhar mais um pouco.

19:00 - Já depois de me ter abastecido com dois packs de mines (superbeock que a sagles está mais cara no Pito Doce), sento me confortavelmente em frente do sofá. Regra geral nesta altura tiro tudo o que está à minha frente para não correr o risco de partir algo numa celebração ou angustia mais efusiva.

Começa o jogo. Xandão falha o golo por um metro aos 2 minutos. Vou para gritar os mais vis impropérios mas controlo-me. Sinto que algures na minha cabeça, uma veia começa a latejar com mais força que o normal. Bebo mais uma mini.

Matias cai na área. Puxo a culatra atrás, sai disparada em direcção à parede mas a escassos centímetros paro a marcha, respiro fundo, solto um "foda-se" baixinho. Recebo um sms de um benfiquista a dizer que era penalti. Respondo que o futebol não é para meninas enquanto viro mais uma mini

Falta sobre Insua. Penso para mim, Balotelli pode ser bom jogador, não o queria nem dado. Livre, golo de Matias. Perco controlo. Grito que nem um desalmado, tento abraçar a tv, recebo um choque. Mini de penalti, mais gritos, promessas de amor eterno e vizinhos timidamente mandam-me calar.

Contra-ataque, Izmailov grande passe, Ricky à ponta de lança. Pandemónio total! Não sei como estou em cima do aparador aos pulos, vizinhos berram comigo, penso seriamente em tatuar dois suspensórios. Mais uma mini de penalti.

Segunda parte - 1º golo do City. Respiro, penso se seria melhor desligar os telemóveis.
2º golo. Berros em como não é penalti. Vizinho ameaçam chamar a policia. Apareço semi nu à porta do meu vizinho a perguntar: "Querexxx ir lá pa fora!?" Tenta-me bater com a botija de oxigénio.
3º golo. Caralhos ma fodam! Não valem um caralho! Sá és uma merda! Nunca me enganaste! 3 minis de penalti!

Ultimo segundo de jogo. Patrício defende cabeçada de um gajo qualquer que entra em campo vindo não sei de onde. Dou um nó do caraças no cérebro. Juro que a bola não entra mas comentador da Sic grita golo. Acaba o jogo, jazo no chão da minha sala, sinto a minha alma abandonar o meu corpo. Não vejo luz brilhante nenhuma. Apenas sinto o cheiro de enxofre. Penso: "Fodassse morri! E Vim parar ao inferno!" Percebo que apenas é flatulência. Durante uma hora vagueio na rua, decido ir comprar uma arma e ir à procura do Ribeiro Cristovão.

Estou a ficar velho para isto... e só ainda vi o Sporting ganhar dois campeonatos.

Etiquetas: , ,

2 Comentários:

Blogger lawrence disse...

Post impossível para mim!
Não tinha minis!
Não tinha amendoins!
Não tinha vizinhos!
Não tinha clube!
Embora, entre equipamentos à barracas da Praia das Maçãs e aquele azul sobranceiro, estava mais para a praia, até pelas recordações!

17/3/12 7:47 da manhã  
Blogger Quim Berto disse...

ahahahah essa do equipamento está boa

a do não ter vizinhos isso era um jeitão cada vez que o sporting jogasse... Era capaz de ainda conservar algum dos dentes originais

17/3/12 10:43 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial