15 de março de 2012

Como é que é mesmo a expressão popular de baixo nível?


Parece que foi aprovado o alargamento da liga principal de futebol…
Não sou propriamente contra: a diferença entre 16 e 18 equipas não é grande por aí além. 
Sou da opinião que somos país para ter um campeonato entre as 14 e as 18 equipas, sem problemas (saibam os dirigentes viver dentro das possibilidades do país e do clube que gerem, claro está).

Levantam-se algumas questões sobre o calendário: será que a Taça da Cerveja vai desaparecer (não faz falta nenhuma)? Será que a Taça da Cerveja vai ter regulamentação como deve de ser, em vez de ser a palhaçada que se tem visto, desde que foi criada? Será que vamos ter uma época futebolística como a Englandia ou a Castelhandia, sem que os clubes se queixem de sobrecarga de jogos?

Mas isto são coisas de somenos. 
O que realmente preocupa é a não descida de divisão que está prevista para esta época.
A menos de 10 jornadas do fim deste campeonato decide-se que não vai descer ninguém. E eu pergunto: mas cabe na cabeça de alguém tal disparate?
Eu compreendo como é que as coisas chegaram a este ponto: a fome de poleiro levou a que um certo candidato em necessidade de votos prometesse um alargamento da 1ª Liga sem descidas de divisão. Alguns clubes esfregaram as mãos de contentes, e “toma lá o meu voto, mas agora faz isso mesmo ou vai haver barulho”.
Durante uns tempos o candidato entretanto já eleito tentou virar o bico ao prego - em vão, porque algumas vozes se levantaram logo em protesto: “Não foi para este espectáculo que eu comprei o bilhete”, foram aproximadamente as palavras do presidente de um clube que não vou dizer que é de Barcelos.

Leiria já mandou embora o Cajuda, tendo os jornais afiançado que se tratava de preparar descansadamente a próxima época porque nesta já não desciam (verdade ou não? Não sei).
Resta ver o que vão fazer os restantes. Mandar de volta os emprestados para poupar algum em salários? Dar faltas de comparência para poupar em deslocações? E a motivação dos clubes que deixaram de ter grande coisa pela qual lutar no que resta de época? Como fica a imagem dos profissionais que percam jogos, quer dêem o litro ou não?
A (pouca que ainda pudesse haver) verdade desportiva fica ali, bem encostada no fundo escuro da gaveta, à espera de melhores dias. À espera que alguém tenha o mínimo de consciência ou que alguém acorde da ressaca do whisky na qual se resguardou, e que faça ver a essa gente o que estão a armar ao futebol português.

A UEFA não deveria ter uma palavra a dizer sobre isto? Qualquer coisa do tipo: 
“ah não vão ter descidas de divisão este ano? E decidem isso quando ainda faltam 8 jornadas para acabar o campeonato? Ok, então não reconhecemos este vosso campeonato como legitimo e para o ano não levam ninguém às competições europeias”.
E esta gente, que de inteligente parece ter muito pouco, metia o rabinho entre as pernas e voltavam a ligar o cérebro por uns instantes.

Alargar a liga desta forma?
Como é que é mesmo a expressão?
“Ainda dizem que o c**** não a larga” ou “ainda dizem que o c**** não alarga”?



PS - Nacional, Sporting de Lisboa e o clube-dos-dirigentes-assumidamente-corruptos vieram  publico afirmar a sua discordancia e o voto contra esta proposta sem pés nem cabeça. Sinceramente, gostava que o meu Benfica, que não compareceu à votação, fizesse o mesmo. Espero estar enganado, mas quer parecer-me que talvez seja mais uma decisão a nível institucional da direcção do meu clube que me custa a aceitar, depois do apoio às candidaturas do Fernando da facturas para o poleiro da Federação e deste espantalho para o poleiro da Liga...

3 Comentários:

Blogger LDP disse...

“ah não vão ter descidas de divisão este ano? E decidem isso quando ainda faltam 8 jornadas para acabar o campeonato? Ok, então não reconhecemos este vosso campeonato como legitimo e para o ano não levam ninguém às competições europeias”.

Isso era de nível e muitos cães raivosos começariam logo a ganir de desespero.

Sobre o silêncio do Benfica, e visto que não concordo com a frase feita "quem cala consente", prefiro ver a coisa de outra maneira:
A proposta, ou decisão, é tão estapafúrdia ou anti-futebol que eu, Sport Lisboa e Benfica, nem vou perder o meu tempo a meter os presuntos nessa merda de reunião. Amanhem-se sozinhos!

Espero que seja esta a orientação do meu clube neste episódio de telenovela de tansos.

15/3/12 1:50 da tarde  
Blogger pitons na boca disse...

Gostaria que a posição do Benfica fosse essa mas, infelizmente, tiveram mais que tempo de se mostrarem contra e ainda não disseram nada sobre o assunto.
Mais parece ser um caso de "deixa ver de que lado as laranjas vão cair" para depois tentar apanhar o máximo das laranjas sem ter de subir à árvore... pena que as laranjas que caem já não estão propriamente boas para consumo...

15/3/12 2:14 da tarde  
Blogger LDP disse...

Infelizmente dou-te razão. Mas aguardemos...

15/3/12 2:21 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial