2 de fevereiro de 2012

Curto e grosso

Nunca tive jeito para jogar à defesa e politicamente correcto é coisa que não me assiste por isso algumas considerações sobre os últimos acontecimentos:

Djalo no Benfica - Caguei para o assunto. Literalmente. Deslocação comercial, perdido no meio do nada e com uma cólica que me fazia parecer o corcunda de Notre Dame. Teve que ser ali e entre deixar as bugalhotas secar ou ficar com tinta impressa no cu, optei por me limpar ao Djaló. Ou Jazuz é mesmo o Mourinho da Amadora ou cheira-me que os lampiões vão optar pelo mesmo que eu.

Auditoria do Sporting - Esta merda de sermos diferentes, numa altura que já tudo nos caga em cima e ainda fornecermos uma valente feijoada para os que já a pediam avidamente deixa-me com vontade de ir acabar com o resto do jornal

O agarrado argentino e o pinheiro das antas - Onde o peidas mor vai ao dinheiro não sei mas a expressão "deves cagar dinheiro, tu!" e aplicada a um gajo que fez uma pobre rapariga fumar dois maços de tabaco por dia, faz cada vez mais sentido.

Egipto - Depois do que vi ontem, era cagar bombas naquele povo todo. 70 e muitos mortos e por causa de um jogo de futebol? E não me venham com conversas de tensões sociais, inércia politica e vinganças encomendadas. Aquela merda podia ter sido despoletada até na ultima jornada do campeonato amador do jogo da malha...

P.s. - Pelo o termo que sobre diversas formas é referido ao longo da bela merda deste post dá para perceber que hoje não estou lá muito macio...

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial