23 de novembro de 2011

Manchésta, o Naite (lado B ou equipa C da mesma história)


(este merece um testamento longo que, eu espero, tenham a pachorra de ler na integra, pelo menos os 2 primeiros parágrafos…)

“Um empate com sabor a empate”, disse o mágico ser divinal que joga actualmente com a camisola 10 do meu magnífico clube.
E disse-o muito bem. Da mesma forma que um vintém é um vintém e sabe a metal velho… com um ligeiro travo a chocolate, se tiver sido extraído recentemente de um recipiente cheio de Ucal.

Compreendo a euforia que extravasa a nação benfiquista, nesta altura: fomos ganhar ao Manchésta. E não foi a um Manchésta qualquer. Foi ao Manchésta, o Naite! Tão só campeão inglês e vice-campeão europeu em títalo.

Mas agora é altura de pôr um pouco de agua na fervura (principalmente na fervura da azia que arde no estombro dos anti-benfiquistas). É que este era o Manchésta, o Naite C. Uma vez que os que vieram a Lisboa há umas semanas eram o B (como muito bem lembraram os antis, na altura) e tendo em conta que ontem jogaram ainda menos dos que foram à final da Champinhons Lig do ano passado… se esses eram os B’s, estes só podem ser o C’s.

Garantimos a classificação, o que é muito bom.
Mas a minha atenção já está virada para o campeonato que, aí sim, temos de ganhar. A Champinhons é um sonho demasiado alto para se sonhar, e terá de ser sempre com a sensação de “ok, vamos ver como isto corre e tentar chegar o mais longe possível”. Mas o campeonato tem de ser para ganhar.
Não devemos ter Luisão, mas eu acardito que o Miguel Vitor é gajo para segurar as pontas sem que se sinta muito a falta do Girafa. O Entradàvirilha já me falou do americano nos cantos, e quem o vai marcar… isso não me preocupa, porque os gajos não vão ter nenhum canto a favor, e mesmo livres só até 5 metros depois do meio campo, portantos isso é uma questão que nem se coloca.

Analise à séria da enquipa dontém:
Artur mostrou o que é jogar com guarda-redes (outra vez?). Fez uma defesa soberba na primeira parte no um-contra-um com Young (?) e, quando na segunda parte socou aquela bola em vôo por entre ingleses, junto à zona do penalty e a meia altura, juro que por momentos vi-lhe a capa de Super-homem a esvoaçar e a cueca vermelha (Benfica) por cima das calças justas.
Centrais muito bem, com a ressalva do Luisão, minutos antes de se lesionar e no maior assédio inglês às nossas redes, ter adormecido frente ao Andy Garc… Berbatov. Na primeira parte estiveram excelentes, e apenas foram batidos pelo fiscal de linha (eu sei, era complicado ver, mas eu tinha de descarregar este peso e mandar a farpa!).
Já se esperava que os laterias tivessem bastante trabalho. Se a defender estiveram razoáveis, a atacar pouco se viram. Maxi subiu um pouco mais, mas não foi tão consequente como por vezes é. Emerson subiu praí uma vez e meia, e o que é certo é que foi ele a pressionar o defesa, no lance do nosso segundo golo! (corrijam-me se estiver enganado)
O Javi racista fez um jogo muito bom de trabalho defensivo, como se lhe pede, sempre atento a ajudas e coberturas, fazendo as dobras necessárias, seja às laterais, seja a ajudar os centrais. Quando o Witsel subia para pressionar o início da construção de jogo inglês, o meio campo era só para o espanhol, mas mesmo assim safou-se bem. Excelente jogo a nível tactico.
Witsel voltou a fazer uma exibição como as que nos fizeram pensar (e com razão) que o gajo é um monstro do meio campo.
Aimar é Aimar (chega, não é preciso mais palavras para caracterizá-lo).
Gaitan fez o lance do primeiro golo, tentou uma arrancada logo de inicio e foi ceifado e apareceu em mais 3 ou 4 jogadas ofensivas. Na primeira parte ajudou bem Maxi a defender mas eclipsou-se e saiu, como se esperava. Do lado oposto, Bruno Cesar lutou mas deu a sensação de andar um bocado perdido. Na segunda parte pouco ou nada ajudou a defender (a principal razão de se exporem as dificuldades de Emerson, que de si já não é grande jogador… se lhe aparecem 2 contra 1, é normal que seja ainda mais complicado). Teve o mérito de estar no lugar certo, no lance do segundo golo e fazer o cruzamento (SIM, CRUZAMENTO!!! Aquilo era um cruzamento para o Rodrigo, cambada de gente que não sabe ver futebol!) que acabou nos tomates do Ferdinand e que o genial Aimar encostou para a baliza.
Dos titulares falta o Rodrigo… epá, é complicado arranjar palavras para descrever o que este puto está a fazer, nos últimos jogos. Que jogo. No campo de um Manchésta, sempre com o Ferdinand a respirar-lhe na nuca (não no contexto sexual, seus depravados), o gajo ainda ganhou algumas bolas, mas o mais impressionante é a forma como fez dessas jogadas algo que não morre ali. A forma como conseguia, ao primeiro toque, deixá-la jogável para um dos médios… se o gajo tem feito aquele golo aos 80 e muitos minutos, eu era gajo para abrir uma petição para lhe fazerem uma estátua no lugar da do Marquês.
Matic entrou muito bem. Ganhámos o meio campo e estancou o pressing que o Manchésta estava a fazer. É um jogador que me agrada. Não é trinco, mas contra equipas de valia menor consegue fazer essa posição. E tem pezinhos para a bola, coisa que não é muito fácil para um gajo com a estrutura física dele.
Miguel Vitor tem tido o azar de entrar e sofrermos golos… ontem foi outra vez. E a culpa nem será dele. Não é nenhum fora de série, mas também não é um Carriço. É um bom central, abnegado e lutador. Gosto da raça, do forma como se entrega ao jogo a defender aquela camisola e aquele símbolo que é o dele (duvido muito que assim não seja).
Ruben Amorim entrou bem, digamos assim. Foi o que menos se viu, mas esteve certo na ajuda ao Maxi e por ali o Machésta deixou de atacar como fez no inicio da segunda parte.
Gostei muito da actuação do Luis Martins. Não comprometeu, não falhou nenhum passe … em suma e para a idade dele, esteve excelente. O espanhol que faz a mesma posição, o Raiodavelha, também teve uma performance idêntica mas com a sua experiencia exige-se um bocado mais: não o vi fazer um único cruzamento, triangulações atacantes também não fez nenhuma e não ganhou um único lance em velocidade (coisa que duvido que volte a acontecer na sua carreira).

Como disse, bom resultado num campo onde sempre tínhamos perdido. Duas vitórias e um empate nos jogos fora da Champinhons, marcando golos em todos os jogos. Em relação ao ano passado… é fazer as contas.

Mas o que me interessa mesmo é o campeonato, e sábado há jogo contra uns gajos chatos (sim, chatos… eu não disse bons, disse chatos!).



nota do gajo parvo que escreveu isto: se algum dia tiver a alegria enorme de ir ver um jogo do Benfica no Estádio, num futuro próximo, sou gajo para levar uma cartaz a dizer "AIMAR, SÓ NÃO TE PEÇO PARA ME FAZERES UM NETO PORQUE NÃO TENHO FILHAS!"

ps - escrevi os nomes deles a negrito... espero que ninguém diga ao Alan para vir a publico chamar-me de racista...

Etiquetas: ,

11 Comentários:

Blogger Valdemar disse...

Tás aí a disparar em várias direcções.

Tipo quando um gajo sai de uma caverna escura para a luz de AK47 na mão.

Estavam um bocado receosos, e o empate caiu-vos bem. Agora venha o derby.

23/11/11 11:26 da manhã  
Blogger Valdemar disse...

Ah, e ainda:

lamento a lesão do Luisão.

Mas o Sporting também tem a baixa do Liédson que ainda não chegou do Brasil.

23/11/11 11:27 da manhã  
Blogger pitons na boca disse...

Não é disparar, Valdemar. É disparatar, mesmo. :)


Sem o Liedson não sei se se safam... com o Postiga na frente? Ui.

23/11/11 11:28 da manhã  
Blogger Valdemar disse...

Postiga?

Ontem tive que ouvir o Sportinguista do Trio de Ataque, o gajo das estatísticas, a louvar e caracterizar o Postigo como "o melhor ponta de lança Português e um dos melhores da Europa".

Eu...

Pensei...

Mas...

Não, esquece.

23/11/11 11:35 da manhã  
Blogger pitons na boca disse...

Deixei de ver esses programas há muito tempo. Se quero ouvir gente parva a falar de futebol tenho muitas tascas por esse país fora para o fazer.

Esse gajo a falar faz-me lembrar, de certa forma, o Jorge Palma: nunca se tem bem a certeza se está completamente bêbado ou apenas a alucinar.

(mas o Jorge Palma é grande musico e autor... esse gajo de que falas... bem... pois...)

Mas sim, o Helder Pocilga é capaz de ser um dos melhores pontas-de-lança de todos os tempos, lá da casa onde ele mora.

23/11/11 11:41 da manhã  
Blogger Quim Berto disse...

Boa posta pitons!

Só um pequeno aparte, queres apostar como o Luisão recupera a tempo do "derbe"?

23/11/11 12:34 da tarde  
Blogger POC disse...

Quim Berto,

Luisão out. Aposta aí.
Infelizmente. Talvez o jogador que mais falta fará no sábado. Se lá ganhámos com o Miguel Vítor e o Sidnei, então agora iremos ganhar com Garay e outro.

http://simaoescuta.blogspot.com

23/11/11 3:06 da tarde  
Blogger Quim Berto disse...

POC,

Gosto dessa confiança! A sério!

Não te esqueças só de um pequeno promenor ou pormenor... A equipa do Sporting não é a mesma ;)

23/11/11 3:21 da tarde  
Blogger pitons na boca disse...

Quim, eu cá não me acardito que ele esteja operacional. E se vier a jogar de inicio, prevejo uma substituição queimada aos 8 minutos...

Eu não diria que estou confiante na vitória do Benfica. Diria que estou bastante esperançado que tal aconteça.

23/11/11 5:43 da tarde  
Blogger EntradàVirilha disse...

Primeiro os meus parabéns ao Benfica. Ao contrário do Jesus eu penso que seja um excelente resultado.

Não vi o jogo, só vi um resumo de cerca de 1 min mas deu para perceber que só o fiscal de linha impediu que o resultado ontem não fosse pior, para o machesta unait, do que o resultado contra o Brasileira.

Pitons, acho o Miguel Vitor Pereira um jogador bastante interessante ,mas ainda não é um Luisão. Tanto é que mesmo que o enorme jogue contra o Carcavelinhos, o Jesus só abdica da dupla de centrais em ultima instância.

O Rodrigo é daqueles jogadores que não perco tempo a fazer comentários, prefiro apreciar o seu futebol. Só tem um defeito, é aquele símbolo da famous grouse em cima da roda de bicicleta, ao peito.

POC, se queres ir por aí tambem o Sporting já ganhou ao enorme com o Yannick Lyonnce a jogar e... A MARCAR!!! ;)

23/11/11 5:55 da tarde  
Blogger Vitto Vendetta disse...

O Bruno Aleixo num bale merda ninhuma, caralho.

23/11/11 6:15 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial