28 de junho de 2011

O tempo suficiente para ver como a coisa foi feita, no ano passado

Airton voltou ao Brasil e, ao sentir aumentar a distancia para o polvo que envolve as ultimas 3 décadas do futebol português, não teve meias medidas para falar umas verdades.



Nota-se facilmente a indirecta para outros clubes que têm andado a começar vários jogos com 14 jogadores (3 deles com equipamento ligeiramente diferente - chamados pivot, no volleyball). Espera-se para esta nova época que todos os jogos sejam 11 contra 11, ou então que não se dê tanto nas vistas.




nota 1 - no link para a noticia pode-se claramente ver mais uma beleza "jornaleira" do Record. O jogador diz que "o plantel é bom e só podiam jogar 11". [irony_mode_on]Quando se podia criar um movimento para aumentar o numero de jogadores em campo por partida, para jogarem mais de cada vez, [irony_mode_off] o jornaleiro mete em titulo uma suposta critica à falta de rotatividade. É caso para dizer: vão sozinhos ou é preciso mandá-los?

nota 2 - já circulavam rumores que ia ser assim, mas uma pequena réstia de esperança ainda fazia questão de alimentar o sonho de que fosse de outra forma: QUE RAIO DE EQUIPAMENTO SECUNDÁRIO É AQUELE???? Dass, camisolas brancas e calções vermelhos, é assim tão dificil? É garantido que haviam de vender mais camisolas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial