17 de dezembro de 2010

Semp na vã guarda
(aviso: texto comprido e chato como o peixe-espada)

Aqui no Assopra-mos gostamos de estar sempre adiantados em relação à realidade. Agora já percebem o “semp” do título deste post: a tendência natural da sociedade em que vivemos inseridos será a de perder o mínimo de tempo com escrita, o que vai originar no futuro a que algumas palavras sejam encurtadas e “sempre” vai ser uma delas.
Pelo título talvez se apercebam também que um dos nossos sonhos era estar na vanguarda das coisas e das cenas (ambas as duas ao mesmo tempo), mas já nos avisaram várias vezes “lá de cima” para não nos armarmos aos cágados e deixar isso para quem possa realmente fazer a diferença pela positiva. E assim explicaram (“lá de cima”) que não poderíamos usar o termo vanguarda mas sim uma expressão mais consentânea com uma possível realidade paralela (vai daí o “vã guarda”, que seriamos nós se fizéssemos parte de alguma guarda, algum dia). E agora sim, vou passar ao verdadeiro tema deste post!



Há poucos dias um senhor muito espanhol e inteligente lembrou-se de somar 1+1 e dentro da sua cabecinha aquilo deu-se um apagão e chegou ao resultado zero. Como ele diz ser jornalista – para uma tal de Cadena Ser - deve ter reparado no tipo de “jornalismo desportivo” reles que se faz cá no burgo portuguesinho e decidiu experimentar. Então aproveitou uma “noticia” de há uns meses e chegou à brilhante conclusão: Cronaldo poderá deixar o Real Madrid pois zangou-se com um colega de equipa porque a namorada do colega de equipa (que em principio ele nem anda a comer) lembrou-se de dizer umas verdades.
PIMBA! “Ai é? Dizem verdades sobre mim, também não brinco mais e vou-me embora!”
Como podem imaginar, isto faz mesmo sentido.


Pois cá no Assopra-mos estamos dispostos a ir ainda mais longe do que esse senhor muito espanhol e inteligente da Cadena Ser, e vamos provar que, mais do que inventar teorias parvas sob o efeito de álcool e/ou estupefacientes (no caso do senhor não se chamariam “estupidificientes”?), é igualmente possível inventar teorias parvas sem recorrer aos efeitos mágicos e rejuvenescedores de tais substancias.
Pois bem, cá vai bomba (esperemos que não cheire… muito, pelo menos).

O Assopra-mo Apito está em condições de afirmar peremptoriamente e sem qualquer espécie de duvida que acredita que seja possível que talvez Cronaldo esteja na iminência de abandonar o planeta Terra, com vista a mudar-se para o campeonato de carrom do planeta Júpiter. Tal pretensão prende-se com o facto de um arrumador de carros da capital espanhola se ter dirigido a ele em termos menos próprios, quando o madeirense se recusou a dar uma moeda pelo magnífico serviço prestado pelo dito arrumador. O arrumador, um argelino acabado de chegar de barco a Espanha, terá chegado perto do astro e pedido uma peseta (há versões que afirmam que terá pedido uma pizzeta). O futebolista, que ainda não domina bem o idioma inglês de Espanha, terá ficado com a ideia que lhe terão chamado peseteiro e entrou nas instalações do clube a barafustar contra todos os espanhóis que encontrou - consta que os mais visados foram Pepe e Lass Diarrá.

E pronto, terá sido este o episódio que levará já na próxima abertura de mercado a vedeta portuguesa para outras paragens galácticas.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial