12 de novembro de 2008

Curiosidades, de hoje e não só

Barcelona

Depois de uma goleada por 4-0 ao Wisla, em pleno Camp Nou, e perder 1-0 na 2ª mão, assegurando assim a passagem à fase de grupos da Champions; depois de um começo periclitante no campeonato, com uma derrota fora na primeira jornada (1-0 com o Numancia) seguido de um empate a um, em casa com o Racing, para a segunda jornada; depois disto tudo entra em acção a máquina trituradora que Pep Guardiola criou.

Desde o empate com o Racing, no inicio de Setembro, o Barcelona disputou 13 jogos oficiais, tendo registado 12 vitórias (com um ciclo inicial de 11 consecutivas) e um empate.

E não deixa de ser um caso sério de estudo, tendo em conta que esse empate se deu em pleno Camp Nou contra uma equipa no mínimo acessível – o Basileia.

Mas se a serie de vitórias não será de espantar muito numa equipa que se chame Barcelona, há uns “pequenos” detalhes a apontar:

Barcelona 3 – 1 Sporting C.P. (e aqui todos sabemos que podiam ter sido bem mais)

Gijon 1 – 6 Barcelona

Barcelona 6 – 1 Atl.Madrid

Basileia 0 – 5 Barcelona

Barcelona 5 – 0 Almeria

Málaga 1 – 4 Barcelona

Barcelona 6 – 0 Valladolid

Em 17 jogos oficiais apresentam 14 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Uma média a roçar os 3 golos marcados por jogo, contra sensivelmente 0,65 sofridos.

Ninguém me quer oferecer um bilhete para ver jogos do Barcelona?

Até pode ser um bilhete anual, que eu não me importo… a sério, não me importo, não!


Arsenal

Sempre gostei da forma como Wenger põe o seu Arsenal a jogar futebol – longe do estilo kick’n’rush e contra o qual foi um dos primeiros a lutar, no futebol britânico. Numa caixa de comentários do 442, há uns tempos, afirmei que para mim Arsenal e Liverpool eram as equipas que mais me davam gozo ver jogar, em Inglaterra.

Esta noite, em jogo para a Taça da Liga Inglesa, Wenger fez alinhar uma equipa com uma média de idades de 19,01 em que o jogador mais velho era o guarda-redes, com 23 anos. Na segunda parte fez entrar mais alguns jovens. O resultado final do jogo… importa?

Ganhou 3-0.

Real Merdrid

Raul chegou aos 300 golos em partidas oficiais, pelo Real Madrid. Por sua vez, o Real Madrid ganhou a Taça do Rei de Espanha pela ultima vez em 1993. Já lá vão 15 longos anos. Esta noite foi eliminado por uma equipa que fez juz a ostentar o nome Real, um tal de Real Union da 2ª B espanhola. Depois de perder fora por 3-2, os blancos não foram além de uma vitória por 4-3, que os deixa de fora da competição por causa dos golos marcados fora.

Tendo em conta que o Real (Madrid) fez a sua primeira acção de algum relevo apenas aos 16 minutos, quando nessa altura já o Real (Union) tinha marcado um golo ao seu 4º remate, acho que não deve deixar ninguém muito chocado.

Que se conservem assim por muito tempo…

Etiquetas: , , , ,

4 Comentários:

Blogger Júri Faustino disse...

Não é kick n' rush?

13/11/08 11:29 da manhã  
Blogger pitons na boca disse...

O Júri tem razão, certamente estaria a pensar em outra coisa, com uma sonoridade parecida a brush, para ter escrito assim...

13/11/08 5:40 da tarde  
Blogger david disse...

1993+18=2008?

Como acho que nunca comentei aqui, aproveito para dizer que gosto do blog. Faz parte dos blogs desportivos que leio regularmente.

13/11/08 9:59 da tarde  
Blogger pitons na boca disse...

É apenas mais uma gralha entre muitas das que dou. É o que dá alguem como eu querer escrever frases com mais de 3 palavras, depois dá nisso: gralhas e mais gralhas.

"Obrigades" :)

14/11/08 10:40 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial